terça-feira, 23 de julho de 2013

POLICIAMENTO SOLIDARIO


Campo Grande (MS) - A Organização das Nações Unidas (ONU) define “favela” como um fenômeno urbano com áreas que abrigam habitações precárias, desprovidas de regularização e serviços públicos como agua, esgoto, energia elétrica, entre outros.

 Redutos de precariedade e desigualdade social, exatamente isso que ocorre em boa parte do Jardim Noroeste, bairro que fica na saída para Três Lagoas com aproximadamente 13.000 mil habitantes, segundo estimativa do IBGE, sendo que 32% dessa população na faixa etária de 0 a 14 anos.

 Preocupados com essa situação e com a chegada do frio intenso, o Sargento Freitas e Soldado Haynan, da Patrulha Comunitária do 9 Batalhão de Policia Militar, mobilizaram algumas pessoas da região onde atuam para uma campanha emergencial de doação de roupas, cobertores, calcados e alimentos para a família da senhora Lucilene Camargo Sales (30), mãe de 8 filhos, sendo a mais velha com 13 anos e a mais nova com 01 aninho.

 O esposo da senhora Lucilene, Marcos José Leite, encontra-se preso e a família passando por muitas dificuldades. Graças aos amigos da Patrulha Comunitária, a família da senhora Lucilene terá um pouco mais de conforte durante esses dias de inverno. Obrigado a todos que nos ajudaram!

segunda-feira, 22 de julho de 2013

1º ENCONTRO DA FAMILIA FREITAS

Campo Grande (MS) – Aconteceu nos dias 20 e 21 de julho de 2013, na cidade de Bandeirantes – MS, o “1º Encontro da Família Freitas”. A festa foi organizada pelo primo Fábio de Freitas e outros com o tema festa julina, com direito a quadrilha, casamento caipira, comidas e bebidas típicas. Aproximadamente 300 pessoas descendentes de Hernandes Alves de Freitas abrilhantaram o evento. Na década de 40, Hernandes Alves de Freitas, conhecido pela alcunha de “Jango ou Jangada”, chegou com sua esposa Liberalina Neves Paniago, “dona Santinha”, e edificaram moradinha na cidade que ajudaram a construir e que mais tarde se transformaria na cidade de Bandeirantes. Nos anos 60, Jango foi nomeado pelo Governador como o primeiro Delegado, tentando também um cargo eletivo como Vereador, porém após a frustração de não ter conseguido êxito, abandonou a política, mas o sonho de ter um representante na Câmara Municipal foi realizado com os seus netos Adevaldo e Valdeci Freitas. A festa foi movida a alegria no reencontro dos parentes de diversas regiões, que assistiram atentos no telão os vários momentos da família registrados em fotografias. Um pouco da historia de “Jango”, ficou exposta no banner com a poesia “Velho Jangada”, do Poeta Di Freitas, neto do “Jango”, que socializou com o publico fazendo a leitura da referida, levando as lágrimas os filhos e parentes diversos. A história do nome Freitas, teve inicio em Portugal no ano de 1164, com João Gonçalves das Freitas, filho de Diogo Gonçalves, homem de muita confiança de Dom Affonso Henrique, Rei de Portugal naquela ocasião. Por ter livrado o Rei da morte em uma batalha, (o brasão se refere a esse episódio), Diogo Gonçalves foi presenteado pela alteza com boas terras de seu reino. Jango faleceu em 1987, deixando 21 filhos, 61 netos, 119 bisnetos e 11 tataranetos! Com uma história dessas, a festa não pode parar e ano que vem promete ser melhor ainda!






  



quinta-feira, 18 de julho de 2013

MIGALHAS

A vida passa rompendo as muralhas da solidão
Insiste em sonhos que permanecem jovens!
Embora empoeirados pelo tempo
São migalhas esquecidas nas gavetas do coração!
A razão a frente da emoção provem
Da doce aventura Sargento!


domingo, 14 de julho de 2013

ESCOTISMO DE CORPO E ALMA




Escotismo é celebração, transformação, vibração!
Escotismo é legado, arraigado, feito com o coração!
Escotismo é espiritualidade, qualidades morais, nobreza!
Escotismo é consciência, caráter, sentimento de grandeza!

Escotismo é alegria, boas companhias, universo de almas!
Escotismo é aventura, acolhe quem vive nas ruas, arrepia com as palmas!
Escotismo humaniza o homem, retira toda a maldade, fonte de descoberta!
Escotismo é perfeito, acima de qualquer vaidade, não tem rotina, sempre alerta!
Escotismo supera as diferenças, pura paz... É o amor com a porta aberta!

  



segunda-feira, 8 de julho de 2013

1º ARRAIA DO NHÔ MÁRIO DILSON



Campo Grande (MS) – O Grupo Escoteiro Mário Dilson realizou no sábado (06) a “Primeira Festa Julina do Nhô Mário Dilson”.

 A festividade trazida pelos portugueses no período colonial são celebrações católicas que acontecem em vários países. 

O Grupo Escoteiro Mário Dilson desenvolve suas atividades na Loja Maçônica Pharol do Sul e o apoio da referida através do Venerável Antônio Oliveira, foi imprescindível para o sucesso da festa.

 As danças Chupim, Caranguejo, Sarandi e a Quadrilha, foram marcadas pela alegria dos membros juvenis e publico presente, animada pela Diretora Técnica do grupo Leize Demétrio.

 Uma boa festa junina não dispensa bandeirinhas, musicas, jogos, bingo, bebidas e comidas típicas e claro, a manifestação de alegria da comunidade e dos Chefes.

 Importante salientar a ajuda de amigos e colaboradores que tornaram o “1º Arraia do Nhô Mário Dilson” mais colorido!